Não quero saber de ti

Só te lamento amanhã. Hoje ainda não sei de ti. Andas a cirandar pelo fim do mundo e nem um postal. Passou o meu aniversário outra vez e outra vez te esqueceste. Mas isso já foi antes de ontem, tu nunca ligas e eu já nem ligo. Melhor assim. Quem dera sempre assim, ficar neste hoje sem notícias tuas, não saber de ti amanhã, o dia em que me vais morrer pela vida adentro e desarrumar tudo até à última certeza. Hoje andas a cirandar pelo fim do mundo. Deixa-te andar. Hoje não quero saber de ti.

Anúncios

~ por JPO em Novembro 24, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: